Energia do mar

Usina Hidrelétrica Sayano-Shushenskaya na Russia

Usina Hidrelétrica Sayano-Shushenskaya na Russia

Usinas de energia movidas pela passagem de água por turbinas, que ao girarem transformam a energia mecânica da água em queda em energia elétrica para nossos lares. Fantástico, sem combustão como nas usinas à carvão, gás ou outro tipo de combustível, ela não polui, não precisa ser alimentada, é inesgotável, é simplesmente incrível.

Mas o que é preciso para obter essa energia? Primeiro um rio, de preferência um que corra por vales profundos, em seguida constroi-se uma muralha imensa, mais alta que muitos predios para ter uma boa diferença de altura para acumular energia potencial e mais espessa que quarteirões inteiros de um bairro de São Paulo para ter resistência física de segurar toda essa energia potencial. Dentro desse enorme muro de concreto colocamos os mecanismos e as turbinas para obtenção de energia elétrica, ligados aos canais de água que irão descer por ali para girar toda essa máquina e fazer eletricidade.

Turbinas da usina Hidrelétrica Sayano-Shushenskaya na Russia

Turbinas da usina Hidrelétrica Sayano-Shushenskaya na Russia

Que obra maravilhosa da engenharia, grandiosa e imponente, mas vamos pensar isso em outra perspectiva. A construção dessas usinas também causam um impacto ambiental avassalador, ao criar esses enormes muros de concreto, a água que ali fica represada vai cobrir áreas de terra, muitas vezes fértil ou regiões onde moram pessoas, Vilas e cidades já foram tomadas por represas no passado e mais uma vez isso vai acontecer no Brasil em Belo Monte.

Mas alguém já pensou nisso, temos energia das águas desde que a terra existe, as formas de utilizá-la ainda estão sendo descobertas, de fato alguém pensou em um sistema tão bom e não poluente quanto uma represa com sua usina hidroelétrica, mas sua fonte não são rios e sim o mar.

Ilustração do parque de ondas de Aguçadoura

Ilustração do parque de ondas de Aguçadoura

O primeiro país produtor de energia desse tipo foi Portugal em 2008, no parque de ondas de Aguçadoura, a 3 milhas náuticas da cidade de Póvoa,  foi a primeira fazenda de energia elétrica pelas ondas. Um equipamento semelhante à uma serpente gigantesca feita pela empresa inglesa Pelamis, flutua no oceano atada à um ponto fixo no fundo do mar por cabos. A energia mecânica gerada pelo movimento das articulações do corpo da “serpente” é transformado em energia elétrica e é transferido para acumuladores em terra através de cabos elétricos.

oyster wave power

Oyster Wave Power

Além desse sistema, no mesmo conceito temos o Oyster Wave Power Device da Aqualarine Power, instalado nas Ilhas Orkney no norte da Escócia (ainda em fase de testes), que diferentemente do Pelamis, obtem sua energia pelo movimento das ondas em pequena profundidade, pois o equipamento é fixado no solo submarino.

Há a opção de usina em terra, ainda em desenvolvimento pela Voith em que a turbina fica na encosta, onde as ondas estouram nas pedras e um duto conduz a energia das ondas para as turbinas geradoras de enerdia elétrica. Neste mesmo método existe também o Ocean Power.

Tidal reef design by Evans Engineering

Tidal reef design by Evans Engineering

Além da energia das ondas temos ainda a energia das marés, mais constante do que as ondas, que pode ser usada para obter energia por barragens.

Neste sistema a água do mar gira as turbinas enquanto força a passagem pelo canal por baixo da barragem e o fará novamente quando a maré estiver esvaziando. Já existe uma usina em funcionamento em St Malo, no sul da França, que abastece uma cidade com 223000 habitantes.

Existem usinas por maré sem barragens também, como a Davidson-Hill Venturi Turbine, a Turbina Maremotriz da Open Hydro, a Swan Turbines, e muitos outros que estão desenvolvendo e tecnologia de energia das marés e ondas.

Depois de conhecer um pouco sobre isso soa tão ultrapassado e sem propósito represar um rio que eu me pergunto se precisamos construir mais represas para termos usinas hidroelétricas se já temos o mar (hidro) e a tecnologia para eletricidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s